A Importância da Filosofia para Crianças

Matthew Lipman (1922-2010) foi um filósofo americano, reconhecido como o fundador da "Filosofia para Crianças".

Daí a importância da Filosofia, já que é um precioso recurso para ajudar as crianças a tornarem-se intelectualmente mais ativas, curiosas, críticas e criativas. De facto, a Filosofia promove o questionamento, a abertura de espírito, a conceptualização, a clareza na linguagem, a precisão no pensamento e a argumentação. Além disso, a Filosofia, na sua vertente mais socrática, fomenta a prática do diálogo (o confronto de ideias: refutando e sendo refutado), pois vê neste o meio mais adequado para desenvolver o autoconhecimento, o respeito pelo outro e a construção de ideias lógicas e plausíveis.


Portanto, a "Filosofia para Crianças" é um programa pedagógico que visa desenvolver o raciocínio criativo e argumentativo, e sua comunicação, através do diálogo filosófico estabelecido por comunidades de investigação, isto é, por grupos de alunos que, acompanhados pelo professor, procuram analisar e discutir os vários problemas a que decidiram dar resposta, aprendendo a pensar por si mesmos através da reflexão conjunta.


Ou seja: uma "Filosofia para Crianças", que não é senão uma filosofia com crianças, ou melhor, que não é mais do que a filosofia das crianças!

Filosofia Para Jovens Colégio Paulo VI

Objetivos

Os objetivos gerais do projeto Filosofia para Crianças são os seguintes:
  • Incentivar a curiosidade, o espanto e o questionamento;
  • Desenvolver a comunicação, a capacidade de escutar o outro e a serenidade;
  • Desenvolver o raciocínio conceptual, interpretativo e argumentativo;
  • Estimular a tomada de posição;
  • Promover a autodeterminação e a autoconfiança;
  • Promover o respeito pela diferença e pelo pluralismo;
  • Fomentar a capacidade de estabelecer consensos, alcançando posições razoáveis e plausíveis aceites por todos;
  • Fomentar a consciência emocional, ética e social;
  • Incentivar a transferência das várias competências acima enunciadas para diferentes áreas: escolar, familiar e social.

Metodologias

As aulas de filosofia para crianças e jovens que, por natureza, são momentos de co-construção, privilegiam as seguintes metodologias:


Método Socrático: a partir de uma questão (ou de um livro que suscite questões), desenvolver o diálogo filosófico através do exercício da argumentação e da contra-argumentação


Dinâmica da improvisação filosófica: a partir de uma situação ou objeto que nos inspire, uma questão surge e faz nascer o jogo argumentativo, o qual também pode ser complementado com teatros, desenhos no quadro, construção conjunta de estórias, etc.


A Partir do 7º ano:

  • Trabalho de Projeto (metodologia Project Based Learning)
  • Debates 3x3 (Torneio de Retórica)
  • Treino de competências básicas de Pensamento Crítico